Jaques Morelenbaum e o Cellosam3atrio

Data: 04 de Fevereiro de 2022 | Sexta, às 20h
Tipo de evento: #Presencial | Formato: Interno
Vendas: Plateia Central – R$ 120,00 | Plateia Lateral – R$ 80,00
Classificação: Livre
Duração: 80m

Release
Jaques Morelenbaum e o CelloSam3aTrio

Em meio aos inúmeros estilos musicais desenvolvidos no Brasil, o Samba é aquele que melhor representa nossa vasta diversidade cultural. A perfeita mistura entre influências Africanas, Europeias e Brasileiras, resultaram nesse estilo musical repleto de graça melódica e sofisticação harmônica, servindo aos amantes da música tanto para os deleites da dança quanto para a degustação estética e aprofundamento espiritual.

A partir de Villa Lobos, o cello tornou-se um dos ícones musicais do Brasil. Seu doce timbre, a semelhança de seu som com a voz humana, sua flexibilidade entre articulações gingadas e pura poesia, fizeram este instrumento europeu assumir uma identidade Brasileira. O violoncelo tem sido amado e utilizado como um meio de expressão bastante particular por grandes compositores Brasileiros.

Combinando esses elementos, o violoncelista Jaques Morelenbaum vem trazer uma visão panorâmica do samba, desde suas raízes até os dias de hoje, interpretando composições de Jacob do Bandolim, Tom Jobim, Carlos Lyra, João Gilberto, Caetano Veloso, Gilberto Gil, João Donato, Egberto Gismonti, assim como obras de uma nova geração de compositores, como Luisão Paiva e Lula Galvão, além de suas composições originais.

Jaques Morelenbaum, com seu CelloSam3aTrio, traz ao samba um sabor intimista de música de câmara, abrilhantado por dois imensos talentos: o violonista Lula Galvão e o baterista Rafael Barata.

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA
Assessoria Teatro Prudential – Sala Adolpho Bloch
MNiemeyer Assessoria de Comunicação
Flavia Motta: flavia@mniemeyer.com.br
Andrea Pessoa: andrea@mniemeyer.com.br

Assessoria Prudential do Brasil
Approach Comunicação Integrada
Luis Lima: luis.lima@approach.com.br
Luceth Carvalho: luceth.carvalho@approach.com.br

COMPRAR INGRESSO