SOMAMOS FESTIVAL | MARINA IRIS 

Data: 26 de novembro 2021 | Sexta, às 20h
Tipo de evento: #AoArLivre
Classificação: 12 anos
Duração: 90m

 

Vocês estão prontos para somar? Vem aí, o Somamos – Edição 2021!

 

Bora somar com responsabilidade + arte + amor + música boa?

 

Nessa segunda edição do Festival, preparamos line-up glorioso, recheado de grandes promessas da música contemporânea brasileira e ainda vamos contar com uma das atrações da edição passada!

 

Além de  um line-up glorioso, o Festival conta com a presença de DJ antes do começo do show, sempre às 19h, e o bar também estará funcionando com drinks e finger foods pensadas especialmente para você aproveitar o momento.

 

Chegue cedo para vivenciar essa experiência completa!

 

Bora somar com MARIANA VOLKER + CAIO PRADO + ZÉ IBARRA E DORA MORELEMBAUM + JÚLIA VARGAS + LÉO QUINTELLA + ALULU PARANHOS + TOM KARABACHIAN + MARINA IRIS + NATASCHA FALCÃO + GEORGE SAUMA + BANDA BILTRE + DJ DONI & DJ IURI.

 

Curta, compartilha e avisa pro mundo que estamos voltando!

 

Acesse @somamosfestival e fique por dentro de tudo!

 

#SomamosFestival

 

 

Sobre o show:

 

➕ Release

 

 

Após reunir grandes referências negras em seu disco Voz bandeira, a cantora Marina Iris movimenta o cenário musical do samba mais uma vez. A também compositora carioca já lançou 3 singles do seu próximo álbum Virada, que terá nove faixas sobre relacionamentos amorosos. Seu próximo show, no Teatro Prudential, pelo Festival SOMAMOS, dia 26 de novembro, vai coroar o lançamento do novo single Pra tudo mudar, uma parceria da cantora com o compositor Moacyr Luz, que entrará nas plataformas digitais no mesmo mês.

 

“Nunca tive como ‘carro-chefe’ músicas que falassem sobre relacionamentos. Eu já queria fazer isso e fiquei mexida com relatos de diversas pessoas. Nesse período de isolamento social, todas relações ficaram impactadas de alguma maneira. É o momento ideal pra falarmos das questões do amor”, explica Marina Iris.

 

Com uma banda composta por cavaco, violão, baixo, bateria, e percussões, a cantora pretende entregar ao público o suingue e o presença de quem aprendeu tudo nas rodas de samba da cidade do Rio.

 

A base do repertório do espetáculo é composta por músicas que compõem seu novo trabalho, algumas da autoria de Marina com suas parceirias, como Virada (Marina Iris e Manu da Cuíca). Também farão parte da apresentação canções de amor que acompanham a trajetória da cantora, como “Trilha do amor” (André Renato, Gilson Bernini e Xande de Pilares) e “Saudade louca” (Acyr Marques, Arlindo Cruz e Franco). O engajamento da cantora em causas humanitárias também não ficará de fora: dentro do espetáculo, há um momento dedicado a seu disco Voz bandeira.

 

Virada

Com um time de participações que reúne nomes consagrados da música, como Péricles, Diogo Nogueira, Lenine e Moacyr Luz e expoentes da nova geração, como Renato da Rocinha, Marcelle Motta e Amanda Amado, a cantora Marina Iris lançará no final do segundo semestre o álbum Virada.

 

Seu single mais recente, “Virada” (música título do disco), uma parceria de Marina com Manu da Cuíca, foi lançado no início de agosto e contou com a participação especial do rei da voz Péricles. E em junho a cantora lançou o single “Pra você dar o nome”, de Tó Brandileone. A música, sucesso da banda de MPB 5 a Seco, ganhou ritmo e linguagem de pagode na versão da cantora.

 

“A produção musical desse disco é do Vitor de Souza, um jovem instrumentista que vem despontando na cena do samba/pagode. A gente fez uma aposta um no outro”, conta Marina.

 

Conhecida no universo do samba carioca por participar de rodas como Balaio Bom (grupo responsável pela base sonora do disco), Marina Iris não quis distanciar o público da música mesmo durante a pandemia. A saída encontrada pela cantora foi a gravação deste álbum. “Além de tratar da questão do amor, o disco é uma Virada no sentido de proporcionar às pessoas que estão em casa a sensação da roda de samba. É a possibilidade de levar um pouco da roda, do encontro, e aproximar as pessoas disso tudo que a gente já tá há mais de um ano sem”, lembra Marina.

 

Força do samba

Em 2019, Marina Iris lançou o disco ‘Voz Bandeira’, dedicado a vereadora assassinada Marielle Franco. O EP contou com a participação de diversas cantoras, entre elas, Leci Brandão, Fabiana Cozza e Marcelle Motta.

 

Por conta da pandemia, o show oficial de lançamento não aconteceu. A cantora ainda pretende trabalhar este projeto paralelamente ao trabalho com o disco novo.

 

“O ‘Voz Bandeira’ é um manifesto, precisa ser ecoando. É um disco que acompanha minha militância, defende pautas centrais para mim: antirracismo e feminismo. E não abandonando essas pautas.

 

Marina Iris lança novo single no Festival SOMAMOS

Após reunir grandes referências negras em seu disco Voz bandeira, a cantora Marina Iris movimenta o cenário musical do samba mais uma vez. A também compositora carioca já lançou 3 singles do seu próximo álbum Virada, que terá nove faixas sobre relacionamentos amorosos. Seu próximo show, no Teatro Prudential, pelo Festival SOMAMOS, dia 26 de novembro, vai coroar o lançamento do novo single Pra tudo mudar, uma parceria da cantora com o compositor Moacyr Luz, que entrará nas plataformas digitais no mesmo mês.

COMPRAR INGRESSO